Parque temáticos - experiência do consumidor princípios do sucesso


A Experiência do consumidor em Parque Temático


Como poder usar a fórmula da experiência do consumidor no design de parques temáticos, e aproveitar a lições de empresas como a Disney e seus princípios, assim como usá-los em outros tipos de negócios.

Escriba placas produz uma serie de itens que podem ser usados em parques,
desde placas de fachadas, protetores de brinquedos, entradas de parques,
cenários, placas orientativas, nomes de brinquedos, etc
enfim tudo em sinalização 3D 


Um interessante olhar são Imagineers - uma atividade eletrizante para designers, em uma visão aplicativa de múltiplas capacidades e experiências.

placas para parques temáticos
Aqui você sai do hoje e entra no mundo de ontem amanhã e fantasia


Quase todas as décadas no último meio século, tivemos uma nova Disneyland em algum lugar do mundo. E parece que esta é uma tendência de continuar.

 Mesmo com tantos novos concorrentes ao redor do mundo.....

Estou absolutamente convencido de que vai ser um sucesso, porque a Disney inova, surpreende e investe na atenção aos detalhes
e muitos novos parques vão surgir do mais variados estilos
e não da Disney.



A grande diferença entre enredo e história. 

Esta é, talvez, a lição mais importante dos passeios clássicos da Disney, como Piratas do Caribe e do Jungle Cruise. Boa narrativa é muito mais do que transmitir uma seqüência de eventos, mas sim, o objetivo é teleportar os hóspedes para outro mundo, deixá-los habitá-lo, e permitir que algo surpreendente e fantástico aconteça. 

placas Disney


Qual é o enredo de Piratas do Caribe? Você poderia dizer a um amigo sobre o que se trata? Os piratas estão saqueando uma aldeia. Mas ainda assim, essa atração tem resistido como um dos melhores em qualquer parque da Disney. 

nomes de brinquedos temáticos

 Minha atração favorita no Walt Disney World é a Space Mountain - uma atração que oferece pouco em termos de enredo, mas tem uma história tão rica quanto qualquer propriedade da Disney. 



Conflituar os dois é o sinal certo de que os designers durante o passeio sentiram que a atração não era atraente o suficiente em seus próprios méritos de design e precisava de um nível extra para manter os hóspedes entretidos.



Se uma atração é definida em um escritório, centro de treinamento, instituto ou instalação, isso significa que os designers da atração não confiam em que você será capaz de se envolver em uma história que não é fundamentada em um cenário do mundo real. A coisa é, o melhor parque temático de atrações deve inflamar sua imaginação por conta própria. 

Eles são tão revigorante e tão inspiradores que você não pode ajudar, mas entrar no mundo que eles criaram para você. Quando uma atração é bem-feita, poderia ser definida na superfície de Marte ou no interior de um computador, e você não precisará ser informado como você chegou lá para que faça sentido. 

O ponto principal da narrativa de um parque temático é transportar os convidados para um mundo diferente mostrar-lhes algo que não poderiam ver na vida real, mas não para reforçar seu papel como um observador passivo e existem atrações muito boas que fazem isso. 

Grandes contadores de histórias sabem que o medo real é criado não pelas coisas mostradas, mas por coisas ocultas, a verdadeira sensualidade é criada não pela pele que é revelada, mas pela pele que é coberta, e um verdadeiro sentido de aventura é promovido não por uma viagem completa, mas por uma viagem antecipada. Walt Disney Imagineering continua a alcançar às suas raízes cinematográficas, mostrando aos convidados algo especial muitas vezes por não mostrar-lhes nada.


Fazer o consumidor

Viajar para fora do mundo real é uma grande missão

Quando você entra na Disneyland, Walt Disney World, etc você está se tornando parte de uma história maior. Os Imagineers sentem fortemente que os parques da Disney são todos palcos para realizar suas obras. O projeto da experiência do participante é mesmo referido por Imagineers como "a arte da mostra."


 Imagineering  comparam o design de parques temáticos com fazer filmes, usando um monte de princípios de cinema para desenvolver os parques. Uma técnica que os parques da Disney usam regularmente é a perspectiva forçada. Os desenhadores jogam com a escala para influenciar a percepção da audiência do tamanho e dimensão das coisas. 

Castelo de Cinderela, por exemplo, utiliza isso para fazer parecer muito mais alto do que realmente é.

castelo da cinderela


As janelas dos andares superiores são menores que a dos inferiores, fazendo com que pareça que ele é bem mais alto.
A maioria dos prédios de parques Disney usam a perspectiva forçada buscando criar ambientações de forma, de tamanho, de profundidade etc.

outros tipos de perspectiva

perspectiva forçada

quando você chega e olha a perspectiva desta rua informa ao cérebro um grande local com múltiplas atrações em uma rua bem comprida
isso é feito pela altura dos prédios ir diminuindo
  
perspectiva na disney

a mesma rua e local quando você sai em sentido contrario parece curto e rápido de sair
estes efeitos são proporcionados pela perspectiva forçada
ambos na mesma rua

perspectiva forçada

nesta imagem foi feito um truque de posicionar a branca de neve mais acima pois ela era um presente e seu tamanho era quase o dos anões.

imagem disney

as casas são desenhadas para ter uma imagem com alta perspectiva e sensação de maior tamanho o segundo andar é feito com 5/8 do primeiro e o terceiro é feito
 com 1/2 do primeiro,
tijolos dos andares superiores são menores que os do andar térreo, assim como portas, janelas, etc.

Detalhe é crucial 



Um mundo de detalhes

placa de fachada

Os Imagineers tem no uso de detalhes admirável utilização, e um grande motivo porque muitos de nós apreciam os parques da Disney. Todos os pequenos toques, dos símbolos do Mickey Mouse em todo o parques para o cheiro de biscoitos recém-assados ​​na Main Street, são o que tornam os parques tão especiais. Não deve ser nenhuma surpresa que a atenção ao detalhe é uma grande preocupação dos Disney Imagineers.


placas com detalhes disney- utilizam todo o tipo de técnica para aprimorar a experiência do consumidor, seja símbolos, arabescos, formatos, cores, contornos, contraste, centro ótico, etc.

placa de entrada

o que chama muito atenção é uma certa tendência de cores claras como fundos
e chamadas em dourado e ou vermelho

placa de indicação

como uma atração tem técnicas na sua execução em grande nível de detalhes

porta disney
Em uma das crenças da Disney dizem que ao olhar a cor verde desta porta
a tendência é a pessoa olhar para a direita

Placas em parques temáticos tem funções bastante especiais
onde são usados todo tipo de técnica e conhecimento disponível para poder
gerar a melhor experiência do consumidor

placa de loja moderna

Exploram o dourado em grande medida especialmente em locais físicos e que tem
algum serviço a ser executado.

placa de atração

mensagens mais coloridas penso que chamem a atenção de outros grupos talvez 
mais jovens
escriba pode fabricar placas em qualquer formato para sua atração

brinquedos disney

uma nova linguagem mais moderna também tem surgido para peças meia idade
atingindo não as crianças mas já um jovem

brinquedos futuristicos
linguagem e ambientação futuristica

brinquedos infantis

Linguagem infantil

nitidamente a linguagem muda conforme o perfil do brinquedo e a consequente idade
do usuário médio.

escriba placa pode produzir a sua necessidade em placas e 


tipos de placa para temáticos


segurança, informação, atração, parte da brinquedo peça, wayfinding, ....


placa de segurança na disney



placa natureza disney

placas ressaltando a natureza

mensagem disney


placa orientativa

curiosa placa para atenção as crianças


usam as melhores formas de mostrar algo, eficientemente, muito utilizado com placas dupla face, são vista em todo o tipo de estabelecimento, desde sinalização orientativa até atrativa

placa dupla face disney

placas em dupla face com mão francesa são as placas de maior visibilidade,
seja por ter dois lados como por alcançar longa distância e por estar posicionado
em perpendicular a parede

placa restaurante disney

dupla face com mão francesa tem um atraente apelo visual
fazendo com que o conjunto atraia o olho do observador

placa disney

excelente para ser colocados em locais para ser visto a distância
tanto para orientativo, indicativos ou de localização

mão francesa disney

muito efetivo quando em conjunto com placa de fachada,
mão francesa e placa de fachada obter o melhor resultado na identificação de estabelecimentos


Cinética Guia de campo
Conhecida como o uso do movimento, enfatiza a vida e a energia de uma atração. 
Um passeio pode tornar-se mais cinético com a ajuda de veículos em movimento, sinalização ativa, mudanças de iluminação, efeitos especiais ou até mesmo pendurar bandeiras ou bandeirolas que se movem quando o vento sopra. É uma das principais ferramentas do kit de ferramentas dos Imagineering quando se trata de projetar passeios.

nomes de brinquedos é um técnica em todo equipamento
a placa, tem varias funções
            • Abrir a história
            • Estabelecer personagens
            • Criar atratividade



brinquedos disney

cores, e desenhos atrativos

atrações disney

imagens 3D e ambientação

disney brinquedos

é uma especie de montanha russa na Inglaterra
mostra sua agressividade não é um publico da Cinderela.

disney produtos

Satisfazer necessidades específicas em parques temáticos

Imagineerings gostam de ter um problema para resolver, acreditando que nada agita seus sucos criativos melhor do que um documento em branco. Muitas das melhores idéias Imagineering saíram de problemas específicos que precisam de conserto. 

restaurantes disney

disney


Uma das formas mais inteligentes e interessantes para obter grande quantidade de
publicidade grátis é obter fotos para divulgação pelos próprios usuários.

as pessoas adoram tirar fotos e divulgar a parentes, amigos, avos, primos, vizinhos etc e principalmente publicar nas redes sociais, isso bem explorado tem grande chance de fazer barulho


Area para fotos e uso de selfie-

selfie na disney

facilite a possibilidade das fotos e tenha muito expressamente a disposição
o nome de suas atrações e espaço para isso.

locais, bonecos, etc com seu nome físico irá atrair muita gente.

proibição de selfie na disney

na maioria dos parques é proibido o uso de pau de selfie por questões de segurança, evitando que caia em locais inapropriados, entre brinquedos, etc.

fotos na disney

a disney estimula ações de imagens não de selfie
mas que mostrem os brinquedos e locais

THEMED- 
O brinquedo por si só. não é suficiente, é necessário um bom enredo e uma história bem contada, criando a experiência dos consumidor


Há arte e ciência por trás dessas emoções. E há pessoas, que usam arte e ciência para planejar, projetar e construir passeios em parque temático e uma série de outras atrações, incluindo jardins zoológicos, museus e locais históricos. A ideia nos bastidores, são projetos para a vida e tornando a alegria possível.

Normalmente, um parque vai olhar para os sistemas de passeio existentes, 
 e criar um sistema para atender às necessidades das pessoas,
que comecem o fluxo da adrenalina e elevem as batidas cardíacas.
 "A ciência desempenha um grande papel na determinação de como brinquedos são projetados para oferecer emoções máximas", 



PORTAS DE entrada em parques temáticos

todos os parques tem um portal de entrada, cada um com seu estilo


fachadas disney

os grandes parques tem seu maior público baseado em turismo

entradas disney

portaria disney

mais importante ainda para parques menores que dependem de um publico local 
para fazer receita

entrada disney

entrada da disney

entrada brinquedo disney


A linha começa aqui: Criando filas de parques temáticos

Pesquisas, determinam que, embora alguns passeios de alta emoção devem fazer parte da mistura, o parque deve ser centrado na família e manter a adrenalina, aumentando a um mínimo.

Coisas importantes de parque temático

"As mães tomam a maioria das decisões sobre viagens e lazer" 
"E as mães querem que suas famílias façam coisas juntos."

 Mesmo os passeios que são voltados para crianças estão sempre sendo projetados para que os pais sejam capazes de participar juntos. 


Os parques usam suas descobertas para se certificar de que as histórias dos passeios se desenrolam de maneiras que envolvem os visitantes o mais profundamente possível.

Descobrindo o que é maravilha


"Um termo comum no mercado de experiência do consumidor é 'maravilha'", 
com atrações dinâmicas


A primeira vez que o espaço real da nave espacial Atlantis é revelado a você, 
a sensação de maravilha é poderosa. 
 Os parques usam grupos focais para medir aspectos como a maravilha quando projeta atrações como a experiência do ônibus espacial.

Outra maneira que mede maravilha é ir a parques e atrações e observar os resultados de seu trabalho. 

Não há nada melhor do que sentar-se no banco de um parque e observar as famílias saírem da saída de uma atração que você projetou, 

"Eles estão rindo, rindo e emocionados, é a grande recompensa". 
você pode até dizer que é excitante.


Walt Disney:
o primeiro designer mundial de Parques Temáticos focado na experiência do consumidor
        • Atenção ao detalhe, 
        • um foco na imersão, e o 
        • desejo de melhorar constantemente seus produtos 
fez Walt Disney um dos primeiros designers da experiência do usuário.


monument- é uma forma fácil de criar posicionamento de marca e alta exposição .


monument disney

pode ser muito util em expor a marca
especialmente para visualizar de veículos

monument na disney

podemos produzir monument de qualquer porte.



depoimento de usuário da Disney:
Eu sou um grande fã do Walt Disney Park experiência, e a minha família viajou para Walt Disney World e Disneyland várias vezes. O serviço que recebemos tem sido excepcional, e  retornamos de cada visita com pelo menos uma nova e boa memoria.

A razão pela qual a experiência da Disney é tão consistentemente boa é um foco na qualidade, no detalhe e no cliente. Para a Walt Disney Company, esse foco veio do homem cujo nome está acima da porta.

Walt Disney era um inovador, uma força criativa, e um homem de negócios brilhante. 
Mas ainda mais do que isso, Walt Disney foi o primeiro designer da experiência  do usuário 

por razões que vou explicar.

Tudo sempre foi sobre a experiência do consumidor;

A chave para a experiência do Parque Disney é imersão: 
Tudo é projetado para o detalhe exato. Membros do elenco são treinados sobre como tratar os clientes com instruções muito específicas sobre como fazer até mesmo as ações mais mínimas, como acenando e sorrindo.

Um país das maravilhas fabricado criado com um objetivo em mente: 
para entreter e trazer alegria aos visitantes.


Algumas coisas dão a exata dimensão do cuidado com o cliente
Sempre fale com o convidado com uma deficiência antes de abordar qualquer companheiros que podem acompanhá-los.

este tipo de treinamento fornece um indicativo preciso da atenção ao detalhe

Percebi pela primeira vez que a Disney era pioneira na experiência do usuário quando assisti a um vídeo dele apresentando o "Projeto Florida" ao mundo - um projeto que se tornou Walt Disney World. 

Em um ponto, a Disney descreveu o plano para o Experimental Prototipo Comunidade de Amanhã (ou EPCOT) como

 "um protótipo experimental que está sempre no estado de tornar-se, um lugar onde a mais recente tecnologia pode ser usada para melhorar as vidas das pessoas". 

Se isso não é a experiência do consumidor, o que é em poucas palavras, eu não sei o que é. Ele disse isso em 1966.


SEGURANÇA
segurança com blocos
ambientação disney

escriba placas produz blocos de proteção
serve para ser colocados em locais que podem prevenir choques com objetos
duros ou que possam causar lesão.

proteção para brinquedos disney

muito usado para proteção em eventos, moto, bicicleta, corridas, skate, etc.

proteção de choque brinquedos

podem ser colocados em qualquer tipo de brinquedo e produzidos
no formato desejado.

proteção de queda


Design como Walt



Na construção de parques temáticos da Disney, Walt Disney e sua equipe de design (que ele nomeou Imagineers) estabeleceu muitas práticas recomendadas que nós, designers de experiência do usuário podemos seguir também. Aqui estão alguns deles:


Crie momentos especiais:
 
A Disney e sua equipe tem um foco nítido na criação de uma experiência única que os hóspedes não podem ter em qualquer outro lugar. Este foco em fazer tantos momentos especiais quanto possível resultam em clientes felizes (e vontade de repetir). Os seres humanos retem as más lembranças mais do que as boas, então proporcionar momentos felizes resultam em pessoas revisitando o desejo de reviver ou recapturar esses momentos especiais.


Sempre criar aprimoramentos: 
Disney nunca se posicionou como completamente satisfeito. Ele sempre pediu mais, sempre empurrou sua equipe para trazer mais para a mesa. Ele chamou isto de "plussing", um aprimorando com cada vez mais detalhes e elementos de uma experiência. Não é "acrescentar mais coisas" o que tantas empresas fazem, eles sempre fazem uma  experiência melhor; 

Certificando-se de que os efeitos sonoros no passeio Piratas do Caribe eram altos o suficiente; Certificando-se de que os pássaros Tiki foram capazes de ter dezenas de gestos diferentes, não apenas dez. É a maneira correta de abordar o projeto. Imagine se todos os designers e desenvolvedores fizeram seu trabalho com esse tipo de atitude.

emissor de aroma disney
emissores de aroma vanila
são encontrados em diversas areas do parque criando uma ambientação pelo cheiro


Dê aos clientes opções
Walt não projetou um local diferente com o Disneyland original: ele fez quatro deles, cada um com um tema diferente e experiências do consumidor diferentes. Ao fazê-lo, ele foi capaz de atrair mais pessoas, e também permitir que as pessoas ficar em uma "terra" (como Adventureland) para uma visita inteira, ou usar o "hub" para saltar rapidamente de lá para Tommorowland, ou Outra área.


Você pode ver essa ideia refletida em inúmeras iniciativas hoje (diferentes visões, diferentes formas de pesquisa, diferentes opções para usuários avançados, etc.). Pode parecer óbvio hoje, mas a Disney veio com a ideia e fez isso primeiro.

Corrigir coisas que não funcionam: 
A grande inauguração da Disneyland foi, em muitos aspectos, um desastre. Eles ficaram sem comida, brinquedos quebrados, bilhetes falsificados estavam sendo usados ​​para entrar no parque, e as calçadas de asfalto não tinham acabado de curar em muitos lugares. Embora eu tenha certeza de que houve algum grito envolvido, Disney se reuniu com sua equipe, fez um postmortem, de coisas fixas. Precisamos seguir esse exemplo, ser auto-consciente e objetivo sobre nossos projetos, e corrigir o que não está funcionando.

Assuma riscos: 
Como resumidamente mencionado acima, a Disney afundou uma enorme quantidade de seu próprio dinheiro em dois projetos: um filme de longa-metragem de animação chamado Branca de Neve e os sete anões, e Disneyland. Ambos os projetos o levaram à beira de perder tudo, e ambos os projetos foram enormes sucessos. Precisamos assumir riscos com o que nós projetamos, e "apontar para a cerca" como Disney fez, porque grande risco também traz grande recompensa.

Contratar pessoas inteligentes: 
Disney cercou-se com pessoas incrivelmente talentosas e os deixava fazer a sua parte. Embora tivesse que aprovar quase todos os detalhes, sabia que precisava de pessoas de alto nível para executar

Sua visão é trazer novas perspectivas à mesa. Seguir a liderança da Disney quando se trata de construir a sua equipe. Direção como esta me convence que a Disney foi o primeiro designer do mundo da experiência do usuário.

Inovação: 
Disney inovou experiências cinematográficas e resort, criando a câmera multi-plano para filme e uma série complexa de animatronics Robôs para seus parques. Ele poderia ter seguido o caminho seguro e não empurrado o envelope, mas ele fez, e todos nós fomos beneficiados. 

Onde você pode inovar em seu trabalho de design? 
O que novas idéias ou interações você pode trazer para a mesa? 

Usar dados para tornar as coisas melhores (e maximizar os lucros): 
Disney olhou para os padrões de tráfego e dados de vendas de seus parques para mudar as coisas. 

Muitas pessoas em linha para Mountain? temos que redesenhar a fila para se certificar de que as pessoas tênham sombra extra. A Disney foi uma das primeiras a analisar dados analíticos para influenciar decisões de negócios. Como Walt, os profissionais da experiência do consumidor devem alavancar dados analíticos para informar sua compreensão dos usuários e complementar a pesquisa qualitativa do usuário. 

Testar, refinar e testar novamente: a Disney enviou amigos e familiares em passeios como Jungle Cruise antes de abrir para obter feedback e ajustar a experiência. 

É exatamente o que fazemos como profissionais de experiência do usuário, e ele fez isso há 50 anos. 

"Mickey's 10 Mandamentos." 
Como as melhores práticas, A Disney aplica esses princípios todos os dias, e eles são aplicáveis ​​a muito do que fazemos hoje em experiencia do consumidor

1. Conheça o seu público: 
"Não é aborrecer as pessoas, é falar com eles, ou perdê-los, supondo que eles sabem o que você sabe." Isso é absolutamente necessário no design de experiência do consumidor sem uma compreensão profunda dos usuários que você não pode criar uma solução que resolva seus problemas ou agregue valor à sua vida. 

2.Use os sapatos de seus convidados: 
"Insista para que designers, funcionários e membros da diretoria experimentem suas instalações como visitantes o mais rápido possível". Esta abordagem aumenta a empatia de sua equipe de design tem para seus usuários, tornando os projetos que você criar mais apropriado e totalmente felizes.

3. Organize o fluxo de pessoas e idéias:
"Use boas técnicas de contar histórias, conte histórias boas, não palestras, exponha sua exposição com uma lógica clara". Contar histórias é uma habilidade vital em experiência do consumidor, não apenas ao explicar sua solução de design final para as partes interessadas, mas também em seus próprios projetos, especialmente se você está tentando descrever uma oferta para novos clientes. 

4.Criar um weenie: 
"Levar visitantes de uma área para outra, criando ímãs visuais e dando aos visitantes recompensas para fazer a viagem." Imagineers chamam esses ímãs de "weenies" - objetos que são grandes o suficiente para ser visto a distância e interessante o suficiente para chamar sua atenção. Muito bom conselho, e ao projetar um o processo que fornece um "weenie" seguirá e resultará em uma taxa mais baixa do abandono e um aumento da satisfação do cliente. 

5.Comunique-se com a alfabetização visual: 
"Faça bom uso de todas as formas não verbais de comunicação - cor, tamanho, forma e textura." Grande debates na comunidade de design da experiência do usuário sobre (o uso de metáforas visuais do mundo real em uma experiência de usuário) e este mandamento alinha-se com o argumento de quem defende tal abordagem. Feito bem ajuda as pessoas a aprender novas experiências por causa das pistas visuais que lhes lembram de metáforas do mundo real refletidas no design. Naturalmente, feito mal é ... bem, consideravelmente terrível e desagradável.

pistas visuais são chave

6. Evite a sobrecarga:
"Resista à tentação de dizer demais, de ter muitos objetos, não force as pessoas a engolir mais do que possam digerir, tente estimular e fornecer orientação para aqueles que querem mais". Sobrecarga cognitiva é um dos principais problemas que podem ocorrer quando uma interface de usuário é "superestimada" com muitas opções. 

7. Conte uma história de cada vez:
"Se você tem muita informação, divida-a em histórias distintas, lógicas e organizadas, as pessoas podem absorver e reter informações com mais clareza se o caminho para o próximo conceito for claro e lógico". Esta é a arquitetura de informação 101, e uma direção como esta me convence que a Disney foi o primeiro designer de experiência do usuário do mundo. 

8. Evite a contradição:
"A clara identidade institucional ajuda a dar-lhe a vantagem competitiva. O público precisa saber quem você é e o que o diferencia de outras instituições que eles podem ter visto". A Disney pensou em branding antes mesmo que a maioria das pessoas soubesse o significado do termo. Ao projetar, não olhe para a marca como uma coisa separada a ser aplicada no final - é uma parte crucial da experiência total. Para cada moeda investida, forneça uma tonelada de diversão: Como você corteja as pessoas de todas as outras tentações? Dê às pessoas muita oportunidade de se divertir, enfatizando maneiras que permitam.

9.As pessoas participam da experiência e tornam o seu ambiente rico e atraente para todos os sentidos ". Os conceitos de gamificação e experiências imersivas são descendentes diretos de idéias como esta.


10 Manutenção:
 Nunca subestime a importância da limpeza e manutenção de rotina, As pessoas esperam obter um bom show em cada vez, as pessoas vão comentar mais sobre coisas quebradas e sujas. Isto é menos aplicável ao design, mas uma regra absoluta de ouro quando se trata de processo e design de serviços. Processo e entrega de qualidade. Walt Disney disse que ele queria que seus parques nunca fossem concluídos, que ele queria que evolua e cresça ao longo do tempo. 

proteção de fachada em obra

prédio coberto com imagem de fachada para manutenção,
o cuidado com as coisas


Ele disse que a chave é: sempre seguir em frente, para fazer do Bom algo melhor, para continuar a melhorar as coisas, e se esforçar para fazer as coisas sempre muito bem, isso não é apenas uma ótima filosofia para os profissionais para desenvolver a experiência do usuário, mas lembra-nos a todos para seguir em frente.

Walt Disney foi o primeiro a definir a imagineering como a mistura de imaginação criativa 
com know-how técnico. 


Oito princípios de imagineering 


1. Área de Desenvolvimento: 
Os espaços intersticiais entre as atrações, restaurantes e lojas. Isso inclui paisagismo, arquitetura, locais, mostram elementos e aprimoramentos especiais destinados a expandir a experiência.

2. Céu Azul: 
Os primeiros estágios no processo de geração de idéias quando tudo é possível. Ainda não há considerações consideradas que possam restringir o processo criativo. Neste ponto, o céu é o limite!

3. Brainstorm: 
Um encontro com a finalidade de gerar tantas idéias quanto possível no menor tempo possível. Nós realizamos muitas sessões de brainstorming no WDI [Walt Disney Imagineering], sempre procurando as melhores idéias. As regras incluem lembrar que não há tal coisa como uma má idéia e que nada deve sufocar o fluxo de idéias.

4. Dark Ride: 
Um termo usado frequentemente para descrever as atrações encantadoras de Fantasyland, abriga mais ou menos completamente dentro de um edifício do espetáculo, que permita um isolamento maior dos elementos da mostra, quando necessário.

5. Elevação: 
Um desenho de uma verdadeira vista frontal de um objeto - geralmente um edifício - muitas vezes desenhado a partir de múltiplos lados, eliminando a perspectiva que você veria no mundo real, para clareza no projeto e para conduzir atividades de construção.

6. Cinética: 
Movimento em uma cena que lhe dão vida e energia. Isso pode vir de um veículos em movimento, sinalização ativa, mudanças na iluminação, efeitos especiais, ou até mesmo pendurar bandeiras ou bandeirolas que se movem quando o vento sopra.

7. Plussing: 
Uma palavra derivada da inclinação de Walt para sempre tentar fazer uma idéia melhor. Os Imagineers estão continuamente tentando trabalhar mais, mesmo depois de ter terminado.

8. Show: 
Tudo o que colocamos 'no palco'. Walt acreditava que tudo o que colocávamos para os hóspedes em nossos parques fazia parte de um grande show, tanto que nossa terminologia se originou no mundo dos negócios do show. Com isso em mente, 'show' torna-se para nós um termo muito amplo que inclui quase tudo o que os nossos clientes vão ver, ouvir, cheirar ou entrar em contato durante a sua visita a qualquer um dos nossos parques ou resorts.

Como você pode ver, esses princípios de imagineering claramente se aplicam a um parque temático da Disney. 
Mas também podem e se aplicam ao mundo dos negócios?
 Incorporam essas técnicas e quais são seus benefícios? 

Escriba Placas pode ajudar muito na sua comunicação em parque
traga seu projeto ou necessidade que teremos imenso prazer em colaborar

41 33727306
marsexto@terra.com.br


Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Páginas Mais Vistas

Lettering, Caligrafia e Sign maker para Designers

Números de casas, numero para casas em placas

Chapa de PVC x chapa de HDU

placas vintage, decoração e arte

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *